top of page

A GRANDE COMISSÃO

O TEXTO

Mateus 28,19-20 e Marcos 16,15-16


RELEITURA DO TEXTO

O final do evangelho de Mateus é formado por estes dois versículos. Neles encontramos o grande desafio missionário de ir por todo o mundo pregando, ensinando e batizando em nome do Pai. A promessa final é a presença de Jesus, todos os dias, até a consumação dos séculos.


EXPLICAÇÃO


Quando lemos as parábolas do Reino em Mateus, com ênfase no tesouro encontrado no campo, na pérola de grande valor, percebemos que esta comunidade enfrentava problemas de pessoas que não davam o devido valor aos princípios do Reino.


Por isso, o evangelho como um todo procura retomar aspetos fundamentais da vocação cristã. O final acaba por sintetizar estas grandes lições. A vocação cristã está fundamentada no envio, e desenvolve-se na prática do anúncio (pregação), do ensino e do batismo.


O Reino é um tesouro a ser encontrado e isto é apreendido através do "anúncio" "vendamos todas as coisas para poder comprá-lo", ou seja, é necessário assumir um compromisso de viver a realidade do Reino em todos os instantes da vida. Isto é simbolizado no batismo. A companhia de Cristo - desejo de todos os cristãos - acontece no desenvolvimento desta vocação. Ao assumir o envio ele faz-se presente na nossa prática missionária.



TRANSPOSIÇÃO


O mundo em que vivemos ensina-nos a colocar no centro das nossas vidas o acúmulo para o nosso próprio deleite. O Reino de Deus, que é por excelência prática missionária, coloca no centro da vida a missão e condiciona as nossas expectativas cristãs, de vivermos a presença de Cristo, à aceitação do envio.


Isto provoca um choque de expectativas. De um lado o acúmulo para o deleite, de outro a vida vivida para levar a mensagem do Reino de Deus por todo o mundo através do anúncio e do ensino marcados pelo batismo. Nas nossas igrejas precisamos estar atentos a estes três importantes elementos da missão:


1 - A proclamação como pregação, anúncio dos feitos de Deus nas nossas vidas através do ministério de Jesus Cristo.


2 - O ensino como elemento importante no discipulado; formação e orientação daqueles que assumem os valores do Reino através da sua experiência com Deus.


3 - O batismo como sinal da nova vida, ou seja, a "marca" por assumir publicamente a sua experiência com Deus e com a comunidade.


Na missão, se qualquer um destes três elementos for negligenciado, poderá surgir uma comunidade sem sentido, deformada e descuidada, bem como descomprometida com os ensinos de Jesus Cristo.


A missão hoje continua a ser realizada com o mesmo imperativo: "Ide"! Mas precisamos de nos lembrar que Jesus continua presente, pois a sua promessa foi permanecer connosco "até ao fim dos séculos". Por isso precisamos de caminhar juntos nesta dimensão do Reino de Deus e da sua nova justiça!






QUESTÕES


1. Quais são os valores do mundo que se confrontam com os valores do Reino, questionando a Grande Comissão?

2. Como avalias a ênfase no anúncio, ensino e batismo?

3. Qual é a importância da formação de grupos para reflexão e instrução sobre os valores do Reino e o ministério de Jesus na missão da Igreja?

4. Qual é a ênfase dada na Igreja à missão enquanto evangelização?

5. Quem é o responsável pela evangelização na Igreja local: um grupo de pessoas separadas para este fim, o pastor ou a igreja como um todo? Responda e justifique!

6. Faça com o seu grupo cartazes motivadores para a igreja com o tema da Grande Comissão: anúncio, ensino e batismo. Deve estar evidente a lembrança da presença, autoridade e poder de Cristo a nós conferidos para esta tarefa. Bom trabalho!


Comments


bottom of page